Oscars 2023 – Nomeados Para Melhor Curta-metragem de Animação.

| Lido 518 vezes

uma década que não fazia uma apreciação dos nomeados aos óscares na categoria de melhor curta-metragem de animação. Agora, para os Oscars 2023 e talvez motivado pela nomeação portuguesa, achei que era altura de voltar a apreciar um género tão interessante e tão rico e, ao mesmo tempo mostrar os filmes e abrir a discussão sobre os mesmos. Infelizmente, dois dos filmes só estão disponíveis em circunstancias especiais, “The Boy, the Mole, the Fox and the Horse” está disponível apenas na Apple TV+ (por subscrição, com 7 dias de período gratuito), e “Ice Merchants“, precisamente o filme que mais nos interessa por ser o primeiro filme português nomeado aos óscares, só está disponível no New York Times (no site ou canal de youtube), e só pode ser visto nos EUA (ou recorrendo a uma VPN). O filme também está em exibição em alguns cinemas durante esta semana.

The Boy, the Mole, the Fox and the Horse

Oscars 2023 - best short animated - The Boy, the Mole, the Fox and the Horse

Este é o peso pesado nesta categoria. Produzido pela BBC e pela Bad Robot de J.J. Abrams, é realizado por Peter Baynton e Charlie Mackesy, autor do livro infantil em que se baseia. E é uma belíssima curta-metragem, com uma animação (aparentemente) tradicional encantadora, que dá profundidade e dimensão às ilustrações do livro. A narrativa lembra, a espaços, “O Principezinho” de Antoine de Saint-Exupéry. Tem o mesmo tipo de desenho e de estória simples mas emotiva, com frases que são autênticas lições para a vida. Além da voz do pequeno Jude Coward Nicoll, conta com o talento vocal de Tom Hollander, Idris Elba e Gabriel Byrne, além de uma belíssima banda sonora de Isobel Waller-Bridge, irmã de Phoebe Waller-Bridge. Apesar de ser talvez mais direcionado para as crianças, emociona os adultos, talvez por lhes relembrar a beleza das coisas simples, como a amizade.

Classificação: ★★★★½

Link para “The Boy, the Mole, the Fox and the Horse” na Apple TV+.

The Flying Sailor

Oscars 2023 - best short animated - The Flying Sailor

“The Flying Sailor” é um filme canadiano, realizado por Amanda Forbis e Wendy Tilby, sendo a terceira nomeação nesta categoria para ambas. A narrativa parte de um acontecimento real, quando 2 navios chocaram no porto de Halifax em 1917, provocando aquela que é considerada a maior explosão acidental da história, e projectando um marinheiro pelo ar, que aterrou a 2 quilómetros, nu e sem um arranhão. O filme é a contemplação desta viagem, e mistura relatos de choque pós-traumático e experiências de quase morte. O mais interessante aqui é a mistura de técnicas, 3D, 2D, imagem real e fotografias, criando uma mescla coesa que resulta bem, mas cujo resultado final precisa que conhecemos esse acontecimento da história para termos envolvimento emocional com o mesmo.

Classificação: ★★★½

Ice Merchants

Oscars 2023 - best short animated - Ice Merchants

É o filme que nos interessa, realizado por João Gonzalez e produzido por Bruno Caetano, é uma belíssima estória de luto e sobrevivência, sem um único diálogo, com uma belíssima animação e banda sonora e muita emoção. À parte de ser o primeiro filme português no circo dos Oscars, já ganhou muitos prémios por onde tem passado, incluindo o Annie (prémios da animação) para melhor curta-metragem, no passado dia 25 de Fevereiro. E merece-o, é um filme cheio de coração, que consegue colocar muitos pormenores numa animação belíssima e aparentemente tosca, que ajudam a dar dimensão emocional à estória. É bonito, terno, emocionante e emocional e pode ser a grande surpresa desta categoria nos Oscars 2023.

Classificação: ★★★★★

(o vídeo acima só está disponível se estiverem nos EUA ou a usar uma VPN)

My Year of Dicks

Oscars 2023 - best short animated - My Year of Dicks

Filme realizado por Sara Gunnarsdóttir e escrito por Pamela Ribon, baseado na sua autobiografia. Pam é uma adolescente que, em 1991, decide perder a virgindade naquilo que chamou de “o seu ano de pilas”. O grande problema do filme é que já vimos esta história inúmeras vezes, num sem número de filmes de temática adolescente, e este não traz nada de novo. Mesmo o estilo de animação (filmado em imagem real e depois transformado em animação) não é novo (Richard Linklater já o usou por mais de uma vez), apesar de bem executado. Só que nada aqui soa a particularmente fresco, e não se percebe também porque o resultado final não ficou na imagem real filmada. Acaba por ser mais um exercício de estilo do que outra coisa, numa história previsível e inconsequente que acaba por deixar uma estranha sensação de redundância.

Classificação: ★★★★★

An Ostrich Told Me the World Is Fake and I Think I Believe It

Oscars 2023 - best short animated - An Ostrich Told Me the World Is Fake and I Think I Believe It

É o filme mais desconcertante e divertido desta lista. Desconcertante porque quando comecei a vê-lo tive de me certificar que estava a ver o filme e não um making of. Geralmente, na animação de marionetas, o objectivo é esconder o processo, e tornar a acção o mais real possível. Aqui, Lachlan Pendragon cria um estilo de animação meta, com uma estória coerente que, a espaços, faz lembrar “The Matrix“, sendo que aqui o Morpheus é… uma avestruz. É esse tipo de divertimento. Belíssima animação, ritmada, com acção, comédia e mistério, num filme de 11 minutos que não precisa de mais para nos deixar saciados.

Classificação: ★★★

Que filme mais gostaram deste lote e qual a vossa previsão de vencedor para esta categoria nos Oscars 2023? A discussão está aberta nos comentários.

Bónús: Conversa com os realizadores.

Como bónus, deixo-vos aqui uma conversa de mais de uma hora que a Academia transmitiu em directo no dia 8, a partir de Los Angeles, com os realizadores dos cinco filmes nomeados aos Oscars 2023, incluindo João Gonzalez e Bruno Caetano.

Deixe um comentário